Algum lugar do Planeta

Viagens pelo mundo


Deixe um comentário

Mercado del Puerto – 24 de Dezembro

Pra quem quer saber sobre o Mercado del Puerto eu não tenho muito a acrescentar… Acabei não comendo lá, um pecado eu sei, mas aproveitei a festa que rola nas redondezas todos os dias 24 e 31 de dezembro.

Pra não dizer que não comi nada no Mercado eu comi uma empanada de uma lojinha da entrada lateral, eram as últimas pois estava fechando e eu nem pude escolher o sabor… Eram boas.

Os carnívoros de plantão vão pensar: Como assim, você foi no Mercado del Puerto e comeu empanadas? Tsc tsc… Mas a ideia do post é falar da comemoração que rola na porta no mercado em torno da fonte. A partir do meio-dia montam-se barracas de cidra, que custam 50 pesos em garrafas PET, que as pessoas compram para beber, comemorar o Natal (ou o ano novo) e molhar quem estiver em volta. Basicamente é isso, rola um batuque meio parecido com o nosso carnaval, mas a graça mesmo é beber cidra e jogar água nas pessoas que passam, se a sua cidra acabar e você não quiser comprar mais pode encher a sua garrafa lá na fonte.

uruguai 342

A fonte é aquele poste preto ali no meio, o mercado está a direita.

Eu adorei a brincadeira, se você não estiver no clima, não adianta, vai achar um porre as pessoas do nada jogando água em você, a única coisa ruim é quando jogam cidra (geralmente no inicio da festa), cidra é doce e tem um cheiro meio estranho, depois que seca fica uma caca, vá com pouca roupa e de chinelo. No fim do dia meu pé estava grudando…

Tem até criança participando da brincadeira!

Tem até criança participando da brincadeira!

Tava um calor insuportável, então o pessoal jogando água era providencial! Tornava mais agradável ficar ali, o divertido é ver pessoas totalmente destraídas passando sendo molhadas de surpresa e elas nem podem fazer cara de bravas ou reclamar, afinal se você está ali sabe que isso vai acontecer.

Fique atento com sua garrafa de cidra, tem vários meninos tentando pegá-las, qualquer vacilada sua eles passam a mão mesmo, principalmente se você resolver deixar a garrafa no chão. Tem grupos que compram várias garrafas e as deixam num canto para ir usando aos poucos, vi várias dessas sendo levadas por esse moleques, a galera tá bêbada e nem se dá conta.

Só para constar eu fui nessa festa no dia 24 e disseram que rola também dia 31 e acredito que deve ser igual.

Anúncios


1 comentário

Bodega Bouza – Montevideo

uruguai 295-001

Eu achava que qualquer taxista saberia chegar lá, não é bem assim. Pedimos um taxi no hotel e rumamos para lá, mas o taxista se perdeu, não sabia bem como chegar lá e por isso perdemos a hora! A visita estava marcada para às 16h, devemos ter chego umas 16h20 e a visita já estava rolando. Chegamos quando o “guia” apresentava a adega que fica no subsolo do local da produção do vinho.

Bom, vou ser bem sincera a partir daqui gente, eu confesso que não prestei atenção em uma palavra do guia, por vários motivos: a acústica do local era ruim, o guia falava em inglês e o sotaque dele era estranho e o principal motivo o guia é o homem mais charmoso e lindo que eu já vi na vida, não conseguia prestar atenção em nada do que ele falava, só conseguia admirar a beleza dele. Depois dessa adega visitamos a coleção de carros do Sr. Bouza (que pra mim é um monte de carros bonitinhos e nada mais) e fim, fomos para o restaurante para a degustação. Se você quiser saber mais detalhes sobre a visita veja os links abaixo…

O homem lindo que me tirou do sério, eu sei a foto não tá boa, não dá pra ver.

O homem lindo que me tirou do sério, eu sei a foto não tá boa, não dá pra ver.

A degustação que fizemos foi de 4 vinhos, um branco Chadornnay, um rosé, e dois tintos um Tannat sem barrica e um Merlot, se não me engano. Adoro vinhos, adoro conhecer e saber mais sobre eles, mas eu vinha de noitadas em Punta del Este e eu não estava conseguindo assimilar muita coisa (olha que a idade faz com a gente), lembro das minhas opiniões sobre os vinhos, o branco eu gostei bastante era bem forte e encorpado para um vinho branco, o rosé, eu não gostei, achei que ele não tinha personalidade, era fraco demais pra ser um tinto e forte demais pra ser um branco, provavelmente achei isso por que não entendo nada de vinho rosé, os 2 tintos eram bem bons. Lembro que a sommelier disse que a safra de 2011 foi a melhor safra de uvas Tannat da vida isso por conta da distribuição da chuva ao longo do ano, não choveu muito e o pouco que choveu foi bem disperso e por isso ajudou na qualidade da uva e consequentemente do vinho. Comprei vinhos da Bodega no freeshop do Uruguay, gostaria de ter procurado mais em Montevideo, mas não deu tempo…

Os 4 vinhos degustados.

Os 4 vinhos degustados.

Depois da degustação o guia nos levou ao local de fabricação do vinho e nos mostrou e explicou a parte que perdemos da visita. Ele mostrou onde as uvas são inicialmente processadas e por onde elas passam antes de irem descansar nas barricas de carvalho.

uruguai 265

Depois ainda pedi para dar uma olhada nas uvas no pé…

uruguai 278 uruguai 272

O que eu mais gostei nessa visita foi o guia mais gato do mundo o local, tudo é muito lindo e perfeito, o restaurante, os vinhedos, a área externa ao restaurante, o prédio que parece uma igreja mas na verdade é onde eles fabricam o vinho e eu batizei de “Igreja Universal do Reino de Baco”, é tudo muito bonito e perfeito e o dia lindo que estava fazendo fez tudo ficar mais sensacional ainda.

A minha "Igreja Universal do Reino de Baco"

A minha “Igreja Universal do Reino de Baco”

uruguai 251 uruguai 259 uruguai 246 uruguai 316 uruguai 311 uruguai 291

Super recomendo a visita e fiquei com muita vontade de voltar a Montevideo só para visitar mais vinícolas, essa amostrinha me deixou sonhando com mais vinhos.

A visita com degustação custou 500 pesos uruguaios, pagando com cartão tem o desconto do IVA que vem na fatura do seu cartão. Para chegar lá fomos de taxi a partir do hotel (em Pocitos) saiu 500 pesos uruguaios, mas se você for fazer  o mesmo imprima as indicações do site e dê para  motorista, deve ajudar… Para voltar a Lu Malheiros fez o que eu pretendia fazer, pegar um taxi até a Plaza Colon e de lá um ônibus até Pocitos, mas eu tive a sorte de pegar uma carona com o guia até o hotel… 😀

Mais sobre a Bodega Bouza: http://www.bodegabouza.com

Links sobre a visita à Bodega Bouza: http://brincandodechef.com.br/bodega-bouza-um-otimo-passeio-em-montevideu

http://www.vivendovinhos.com/2012/04/especial-uruguai-almocando-na-bodega.html

http://www.vinhoseviagens.com.br/2011/05/vinhos-do-uruguai-parte-ii-vinicolas/

http://www.meusroteirosdeviagem.com/2012/07/vinicola-bodega-bouza-montevideu.html

http://www.diariodebaco.com.br/index.php/2012/04/um-giro-pelo-uruguai-bodega-bouza/


Deixe um comentário

Hotel Palm Beach – Montevideo

Escolhi esse hotel pelo Hoteis.com e me arrependo, não pelo hotel, mas pelo fato de ter pago tudo de uma vez pelo cartão no ato da reserva.

O grande inconveniente desse hotel foi que o ar condicionado do hotel inteiro estava quebrado! Nenhum funcionava, nem no hall, eles providenciaram ventiladores para os quartos, mas no dia 24/12 foi o dia mais quente da vida de Montevideo, ficar sem ar condicionado foi uma verdadeira tortura. E pior, os quartos só tinham aquelas janelas basculantes que abrem apenas uma fresta, ou seja, o quarto não ficava fresco, nunca!

Por isso se eu não tivesse pago tudo de uma vez na reserva poderia reclamar na hora do check-out e pedir pelo menos um desconto. Pelo menos aqui no Brasil quando faço isso funciona! hehehe

No mais, o café da manhã é passável, mas sem frutas, quarto pequeno banheiro idem. Hotel aparentemente novo e bem cuidado. A localização é bem boa (Jaime Zudañez), 1 quadra da praia de Pocitos e ônibus na esquina para a Ciudad Vieja e terminal rodoviário  Tres Cruces.uruguai 239 uruguai 240 uruguai 241


Deixe um comentário

Uruguai – Roteiro

bandeira_do_uruguai1

Minha amiga Bibiana teria 1 semana de folga durante o Natal e queria companhia pra viajar e perguntou se eu tava afim. Claro! A primeira opção era Colombia – Bogotá e Cartagena das Índias, mas como as  passagens nas datas que a minha amiga podia tinham preços absurdos tivemos que mudar de planos. Sugeri Chile e Argentina (Santiago e Mendoza) e ela também achou as passagens caras, então sugeri Uruguai e ela topou.

Resolvemos fazer 4 dias (incluindo a chegada) em Punta del Este e 4 dias (incluindo a saída) em Montevideo. Passando o Natal em Montevideo  e indo dia 25 para Colonia, já que tudo dizia que em Montevideo não teria nada aberto.

Pois bem, eu fui 1 dia antes pra conseguir usar as minhas milhas e minha amiga chegava no dia seguinte.

Seguimos para Punta direto do aeroporto de Montevideo, são 2 horas de viagem, 190 pesos uruguaios e ônibus com wi-fi.

Ficamos quinta, sexta, sábado e domingo cedo em Punta, partimos às 11h15 para Montevideo. Domingo (tarde), segunda, terça, quarta e quinta (cedo) em Montevideo. A chuva no dia 25 cedo acabou atrasando nossa ida para Colonia del Sacramento e acabamos passando mais tempo na estrada do que na cidade, mas mesmo assim valeu a pena.